O que está buscando?

Último campeonato do ano celebra a excelente temporada da equipe de atletismo do SESI-SP

No Brasileiro Sub-23, dos oito recordes, três foram quebrados pela equipe do SESI com Felipe, Lucas e no revezamento 4x100 m.

 Por: Elaine Casimiro - SESI Santo André
18/12/202010:56- atualizado às 10:39 em 21/12/2020

Comandada pelo técnico Darci Ferreira e treinadora Rosana Soares, a equipe de atletismo do SESI-SP encerra mais uma temporada com ótimos resultados que garantiram medalhas e três quebras de recordes durante o Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-23 realizado nos dias 17 e 18/12 em Bragança Paulista.

O velocista líder do ranking Sul-Americano adulto de 2020, Felipe Bardi bateu um novo recorde no campeonato sub-23. O atleta venceu a prova dos 100 m rasos com a marca 10.12. Felipe também conquistou o título de melhor atleta masculino da competição.

E com direito a dobradinha no pódio na prova dos 100 m rasos, o vice-campeão foi o velocista Erik Felipe Cardoso com o tempo 10.32.

Os recordistas Felipe Bardi e Lucas Vilar

O velocista Lucas Conceição Vilar também bateu um novo recorde brasileiro no campeonato na prova dos 200 m. O atleta cravou o tempo de 20.58, a melhor marca desde 2005. Além do título de campeão, ele quebrou o recorde pessoal (PB).

O atleta Adrian Henrique, em uma prova disputadíssima, foi o terceiro colocado no salto em distância com a marca de 7,43.

Mais uma prova com campeões. Desta vez, no revezamento 4x100 m o time do SESI-SP formado com os reservas Victor Soares e Rafael de Andrade e os titulares Adrian Henrique Vieira, Lucas Vilar, Erik e Felipe fizeram história ao estabelecer o novo recorde no Brasileiro sub-23 com a marca 39.31, a anterior havia sido conquistada em 2004 com 40.19.  

Os recordistas do revezamento 4x100 m

Na prova de revezamento 4x400 m mais uma conquista. Os atletas Erik, Lucas, Victor e Rafael foram vice-campeões brasileiros.

A equipe de atletismo do SESI-SP conquistou o título de melhor equipe masculino do campeonato e também o terceiro melhor clube do país.

“Tenho e sempre terei muito orgulho de cada um que sorriu ou chorou no atletismo nesse campeonato. Este ano vivemos de forma intensa cada milésimos, centésimos, segundos, minutos, horas, dias, semanas e meses. Parece loucura mais agradecemos a Deus e todos que não deixaram a peteca cair em momentos tão difíceis, em especial meus parabéns a todos da equipe do SESI Santo André. Seguimos com os planos e sempre levaremos Deus a frente”, agradeceu o técnico Darci.

A trajetória espetacular da atleta Isabelle

A atleta Isabelle Soares, 21 anos, conquistou mais um título de campeã no lançamento do martelo com a marca de 53,55. Ela se despede da equipe com uma trajetória espetacular. Isabelle iniciou a sua formação esportiva no Programa Atleta do Futuro (PAF), evoluindo em todas as etapas da modalidade até chegar na equipe de alto rendimento. Só nesta temporada, Isabelle venceu todos os quatro campeonatos nacionais deste ano.

Isabelle é líder do ranking nacional e está entre as melhores do ranking sul-americano sub-23

“Eu vivenciei o esporte escolar. Fui atleta do PAF, treinamento, rendimento e alto rendimento. Foi, é e será sempre uma honra vestir esta camisa”, declarou a atleta que é formada em educação física.

O técnico Darci relembra as inúmeras conquistas de Isabelle. Ele conta que a atleta competiu cinco vezes o Troféu Brasil de Atletismo, sendo finalista nas quatro últimas edições.

“Certamente é uma das atletas mais consistente e completa da equipe. Já representou o Brasil em competições internacionais da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), sagrou-se vice-campeã da Gymnasíade em Trabzon na Turquia. Além disso, já atuou como auxiliar técnica em vários campeonatos para contribuir com a equipe”, disse Darci.

Atualmente a atleta é líder do ranking nacional e está entre as melhores do ranking sul-americano sub-23. Neste ano, Isabelle se despede da equipe com a sensação de dever cumprido.

“Nós da família SESI-SP de atletismo sempre a teremos como exemplo a cada dia de treinamento e competições”, declarou o técnico.